3

Passo-a-passo de Licor de figo

 Oi pessoal! Outro dia fomos no rancho e eu trouxe figos verdes e fiz doces, ficou delicioso e quem quiser conferir é só clicar aqui.
 Domingo passado fomos passar o dia lá no rancho, estava frio e chuvoso, foi uma delícia ficar clicando alguns pássaros se aventurando entre os pingos de chuva que começavam a cair e entre um clique e outro aproveitei para pegar folhas da figueira para fazer licor.
 O licor é uma bebida alcoólica doce que leva na sua composição frutas, ervas, temperos, flores, sementes, raízes, cascas de árvores ou de frutas e folhas. 
 O termo licor vem do latim liquifacere, que tem o significado de dissolver, ou seja, refere-se as misturas que se empregam na fabricação da bebida que não costuma ser envelhecido por muito tempo, mas pode ficar algum tempo descansando até que atinja o sabor ideal.
 É esse o caso da receita que eu trouxe hoje. É bem simples, basta colocar as folhas da figueira rasgadas em um pote com álcool de cereal e deixar por 60 dias em um local escuro, mexendo de vez em quando para misturar.
 O licor é servido em pequenas taças e é ideal após as refeições, vindo da tradição francesa, onde dizem que a bebida é digestiva.
 Então, vamos ao passo-a-passo?
 A receita é feita em duas etapas, então, vou passar os ingredientes da primeira etapa e depois, quando formos finalizar a receita, passo o restante dos ingredientes, ok?

 Licor de figo

 Você vai precisar, para a primeira etapa:

 1 litro de álcool de cereal, vendido em farmácias de manipulação
 Folhas da figueira lavadas e secas

 Aqui, a figueira...

 Faça a colheita das folhas e lave-as...


 ...seque as folhas com um pano limpo.


 Aqui, o álcool de cereais.


 Coloque as folhas rasgadas em um pote de vidro e adicione o álcool.


 Feche bem, o melhor é que seja um pote de vidro com tampa que vede bem. Deixe descansando por 60 dias dentro de um armário onde não haja luz. Mexa de vez em quando. 


 Agora, o ingrediente necessário é a paciência...esperar os 60 dias para continuarmos!
 Temos um encontro marcado no dia 04 de agosto para darmos continuidade na nossa receita de licor.
 Espero que tenham gostado e até que o dia de finalizar a receita não chega, vamos fazendo muuitos artesanatos. 
 Assim que tiver mais um tempinho venho mostrar as arteirices que andei aprontando. E aguardem que em breve, loguinho loguinho, teremos novidades por aqui!
 Beijinhos!







3 comentários:

  1. Mostraste muito bem! Nunca experimentei esse licor!Deve ser bom! bjs,chica

    ResponderExcluir
  2. Oi Juni, obrigada amiga pela lembrança, mas confesso que vou ficar me coçando de curiosidade nesses 60 dias...kkk. Uma pergunta, tem como fazer com cachaça? me parece que aquela minha vizinha fazia com cachaça...ou ela improvisou? Beijocas e já to sentindo até o gosto do licor. Beijos

    ResponderExcluir
  3. Faço e amo licores!!!! Mas vc me fez lembrar de um doce que minha mãe fazia, quando eu ainda era criança. Tinhamos um pé de fico em casa, mas são poucos frutos em uma só arvoreta! Ela tirava o amargor completamente de GILÓ , deixando de molho alguns dias, trocando as aguas diversas vzs por dia, escaldando, etc, como fazemos para doce de laranja amarga. Depois de bem 'sem gosto' ela colocava as folhas de figo e fazia doce de giló com 'gosto do figo' ninguém descobria que não era a fruta dos deuses, e quando descobriam que era giló as pesoas ficavam abismadas com o resultado! Experimente! Agradeço sua visita!!!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, isso me fará muito feliz!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Encomendas


http://www.flor-de-melissa-atelier.com/p/contato.html


Marcadores

Visualizações