3

Desabafo!

 Olá, como estão? Eu estou um pouco afastada do blog, meio desanimada por conta de acontecimentos que ocorreram na minha vida.
 Acontecimento que ainda traz muita dor.
 Sempre tive uma relação maravilhosa com a mãe do meu marido. Digo que foi amor à primeira vista, desde a primeira vez que nos conhecemos há quinze anos atrás, um sentimento de que já nos conhecíamos era sempre vivo entre nós.
 Muitas pessoas torciam a cara quando eu dizia que minha sogra era como uma mãe pra mim, mas era mesmo, de verdade!, me ajudou nos momentos difíceis, participou de todas as alegrias de nossas vidas, minha primeira gestação, ela foi a primeira pessoa que contamos, os cuidados com meu bebê, a gravidez difícil do meu segundo filho, conselhos e tudo que uma mãe faz por uma filha. Claro, tenho minha mãe que participou ativamente da minha vida e por isso, sinto-me tão abençoada por tê-las presente ajudando, ensinando, aconselhando e o melhor é que nós nos entendíamos muito bem - eu, sogra e mãe!
 Parece fantasia, não? Mas era real, e uma realidade que graças à Deus eu aproveitei, absorvi todos os conselhos, aprendi todas as receitas possíveis...Ajudei, fui ajudada, chorei, sorri, festejei, brinquei, vivi intensamente todos os momentos que Deus nos proporcionou nestes quinze anos de convivência com ela e hoje posso dizer, foi muito especial, foi muito bom! Fotos, cartões, presentes, lembranças, cheiros, gostos estão todos guardados dentro do meu coração e jamais me esquecerei disso tudo, pois é a única coisa que realmente nos pertence, o sentimento que temos guardado por aqueles que amamos.
 Mas essa vida da gente reserve surpresas amargas. E foi no mês passado que fomos surpreendidos com a notícia de que minha sogra tinha sofrido um acidente vascular cerebral. Foi como um choque em minha alma, pois ela estava bem, três dias antes havia vindo jantar aqui em casa, cheia de planos que iria aposentar ano que vem (como ela queria essa aposentadoria, desde que meu filho mais velho nasceu que ela dizia - Quando você estiver com doze anos a vó vai aposentar!).
 E daí que a única certeza que temos desta vida é a morte, mas a verdade é que jamais esperamos por ela e deixamos de nos preparar para recebe-la.
 E essa nova realidade em nossas vidas implica em mudanças, transformações de atitudes, aceitação dos desígnios de Deus. Mas é muito, muito difícil compreender o porquê das coisas acontecerem desta forma, de qual a razão de alguns acontecimentos.
 Mas como eu e minha sogra tínhamos uma relação pra lá de "anormal" aos olhos de muita gente, nós fomos abençoadas com um encontro especial antes de sua partida, nos despedimos sem nem saber que não iriamos nos ver mais em matéria corporal, porque eu sei, um dia nos encontraremos novamente!
  E a mensagem que deixo hoje é: Aproveite todos os momentos de sua vida, viva intensamente, sorria, chore, mostre seus sentimentos, porque nunca sabemos como será o amanhã, se haverá um amanhã!
 Beijos a todos!

3 comentários:

  1. Quie triste isso e pra aceiar, de logo, é difícil.Precisamos tempo! Temos mesmo que aproveitar pois as coisas acontecem quando menos esperamos! Fica bem! beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Olá Juni!
    Meus sentimentos... nossa como você disse... é a única certeza... mas nunca a esperamos...
    Com certeza essa separação repentina é pior ainda...
    Que Deus conforte o coração de todos!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Ai Juni... eu sei bem o que vc está sentindo, pois com minha mãe foi absolutamente igual... muito de repente... só sei de uma coisa... vai passar... demora sim e continua doendo muito, mas essa dor que corta nossa alma passa... e a gente começa a ver em cores de novo !!!

    Sinta-se abraçada e que Deus conforte seu coração !!!

    Bjus 1000 minha querida

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, isso me fará muito feliz!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Encomendas


http://www.flor-de-melissa-atelier.com/p/contato.html


Marcadores

Visualizações