4

São Nicolau, o Papai Noel das crianças


 O que mais encontramos nas decorações natalinas são as figuras do bondoso Papai Noel... Eles estão por toda parte, alguns são mais estilosos, outros mais tradicionais, porém, jamais o Papai Noel deixará de vincular-se ao Natal.
 A história do Papai Noel é muito especial e bem propícia para ser divulgada. Tudo teve início lá no século IV, na cidade de Mira, atual Turquia, com um bispo chamado Nicolau que desenvolveu seu apostolado também na Palestina e no Egito.  
 Nicolau nasceu em uma família de pais nobres e muito religiosos. Desde cedo revelava-se um ser humano cheio de propensões as virtudes espirituais. Costumava sempre fazer doações anônimas de roupas, comidas para as viúvas e para os pobres. Tinha também o gesto bondoso de presentear as crianças colocando presentes em sacos e jogando dentro das chaminés à noite, para serem encontrados pela manhã. 
 Nos próximos séculos esse gesto espalhou-se por toda a Europa até confundir-se com a data que comemora o Natal, já que esta festividade não era de início uma festa cristã, sendo reconhecida pela Igreja apenas no século V, deixando assim de ser uma festividade pagã.
 Nicolau foi santificado pela Igreja por sua devoção a prática da caridade e por milagres obtidos por meio de suas intervenções.


 Quando a história de Nicolau chegou a Alemanha, no século XIX, o velhinho bondoso e simpático ganhou roupas de inverno, renas, um trenó e passou a residir no Polo Norte. Suas roupas eram representadas nas tonalidades azul, amarela, verde ou vermelha.


 Apenas em 1881 é que a imagem do Papai Noel foi alterada próxima a que temos hoje, através da revista americana "Harper's Weekly". Em 1931 o cartunista Thomas Nast desenhou o Papai Noel que preservou-se até hoje; a criação foi a pedido da Coca-Cola para suas propagandas natalinas, a roupagem passou a ser vermelha e branca seguindo as cores da logomarca. O saco de presentes e o gorro foram acrescentados por sugestões do desenhista Haddon Sundblom.


 O nome Santa Claus, em inglês, é uma adequação de Sinter Klaas, forma como São Nicolau era chamado pelos holandeses. No Brasil Papai Noel vem de origens francesas, no qual Noel significa Natal.


 Então, a imagem do Papai Noel que conserva-se até hoje pode ser sintetizada em uma figura voltada para o comércio, vendas e consumo natalino. Mas, voltando a ideia inicial de São Nicolau, com uma exemplificação magnífica de amor ao próximo, gestos caridosos e sem engrandecimento pessoal, temos um Papai Noel verdadeiramente bom e que traduz o real significado do Natal.


 Quem acompanha minhas postagens aqui no blog sabe que tenho dois filhos, um de doze anos e outro de sete anos. Eu sempre nutri a fantasia e a mágica da existência do Papai Noel na vida dos meus filhos. O mais velho escreveu a cartinha até o nove anos e o caçula ainda tem essa prática. Todos os anos eu respondo às suas cartas, sempre com mensagens de bondade, fraternidade e amor... Ainda coloco a carta do mais velho, mesmo sem ele escrever, e ensino que, o Papai Noel existe sim, sou eu, você e todos que se propõe a produzir um sorriso nos lábios do próximo, seja de apenas uma pessoa ou milhares, não importa, o mérito é o mesmo quando a intenção vem de dentro do coração e é pura e singela, mas verdadeira segundo as leis de Deus.

   
 Que todos possam interiorizar esse sentimento e torná-lo real através da prática do bem ao próximo, do bem a nós mesmos, do respeito aos animais e aos elementos naturais tão essenciais para a existência da vida na Terra. Desejo que o Natal seja cada vez mais sentimento e menos consumo, mais prática no bem e menos egoísmo,  mais perdão e menos rancor, mais paciência e menos correria, enfim mais amor!




4 comentários:

  1. Oi Juni, é a Vi, seus enfeites natalinos são muito graciosos e delicados, sua casa esta linda.
    Aqui em casa, quando eramos católicos, armávamos uma arvores bem enfeitada com bolas e pisca-pisca e o presépio e quando chegava meia noite íamos a missa, onde tinha aquele presépio enorme montado,o padre contava toda historia do nascimento de Cristo e ficávamos encantados, isso deixou recordações doces e eternas no meu coração, não tínhamos familiaridade com papai noel, mas analisando o contexto histórico, ele podia ser um dos reis Magos, que levou presente ao recém-nascido.
    Que seu natal seja cheio de paz, alegrias, saúde e amor.
    Também temos um carinho enorme por você.
    Beijos,Vi

    ResponderExcluir
  2. "Visitinha para não perder o costume" Olá Ju! Não comemoro o natal, mas gostos dos detalhes lindo da decoração, e acho lindo esses bonequinhos da pernas compridas. Bjos

    ResponderExcluir
  3. Oi Juliana!
    Vim conhecer o seu blog e fiquei apaixonada, achei tudo muito lindo e adorei o post de hoje.
    Um lindo natal, beijos!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, isso me fará muito feliz!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Encomendas


http://www.flor-de-melissa-atelier.com/p/contato.html


Marcadores

Visualizações