4

Milho de grilo

Sempre gostei de mato, de andar no meio do mato e conhecer as plantas, por isso, desde bem pequenina foi me apresentado esses frutinhos silvestres. Eu era uma boa companheira de andanças do meu pai, ele ia pro sítio e me levava... E numa dessas caminhadas com ele conheci o milho de grilo e, claro, experimentei.
Lembro-me de muitos acontecimentos junto do meu pai quando andávamos pelos matos. Ele me ensinou muitas coisas, apresentou-me muitos frutinhos silvestres que hoje, quando encontro no sítio em Monte Santo, sinto meu coração pulsar com um sentimento meu, algo que não tenho palavras para explicar, mas é bom!
Sempre passo para os meus filhos as coisas que aprendi com meu pai quando andávamos pelas matas, é gostoso vê-los experimentar os frutinhos, enxergar nos meus filhos o que um dia meu pai via em mim, embora muitas vezes, na verdade a maioria delas, meus filhos não gostam dos frutinhos e eu sempre adorava cada sabor, adocicado ou azedinho. Hoje vejo e vivencio como são formadas as culturas populares e que são passadas de pai para filho.


 Esse é o milho de grilo, um fruto miúdo agrupado em esferas violáceas formando pequenos cachos, a polpa adocicada é pouco carnuda e envolve um caroço maior que o esperado! Para minha surpresa, enquanto pesquisava a respeito, descobri que o milho de grilo é da família Verbenaceae de nome científico Lantana aff. lilacina Desf. , ou seja, milho de grilo é um cambará...


 E agora, analisando bem, vejo as semelhanças entre o cambará de flores arredondadas e o milho de grilo. A diferença entre as flores é exatamente a forma de agruparem-se entre círculos e cachos. Já as folhas, para um leigo como eu, são iguais, percebo apenas a diferença de tamanho... Mas ambas são serrilhadas e lixentas.


 O cambará também dá uns frutinhos da mesma forma que o milho de grilo, mas são azuis e o cacho que formam agrupam-se em tamanho menor. Perguntem se não vou experimentar da próxima vez que encontrar pelos matos?
 A propósito, os frutos da lantana NUNCA devem ser consumidos verdes, pois são altamente tóxicos, fotossensibilizante e hepatotóxicos. Para o gado são fotossensibilizantes e a ingestão em doses maiores pode provocar a morte do animal.


 Encontrei duas origens para o nome, ambas do tupi guarani. Erva cheirosa que dá fruto em espiga e "caa" - planta - "mbaraá" - enfermidade.
 Aliás a lantana é utilizada na fitoterapia e medicina popular para combater infecções do trato respiratório como tosses e bronquites. São utilizadas as flores e folhas em forma de infusões e xaropes, os frutos comestíveis são muito apreciados por pássaros e as flores por abelhas, sendo considerada uma espécie melífera.
E você conhece milho de grilo?

4 comentários:

  1. Adorei ver esse milho,rs Lindo! bjs, chiuca

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde fale mais sobre tratamento de próstata dor de cabeças crônica enxaqueca câncer de mama você pode responder as plantas

    ResponderExcluir
  3. Me bateu uma saudade da mimha infância, comi muito esta frutinhas. Comia também um juazinho que era bem doce, mas era difícil de colher por causa dos espinhos, comi também um outro juá que se chama melancia da praia, também fruta da marmota conhecido como melão de são caetano, também maria preta. Aqui na inha região tinha muito, hoje pouco se encontra.

    ResponderExcluir
  4. Que lindo texto com lindas lembranças e ótimos aprendizados para serem transmitidos. Muito bom ter lido e ter conhecido o milho de grilo.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, isso me fará muito feliz!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Encomendas


http://www.flor-de-melissa-atelier.com/p/contato.html


Arquivos

Marcadores

Visualizações