13

Utilize outra lente




 A vida vai passando e eles crescendo. Como é bom aproveitar cada momento com meus filhos, com a minha família! Deus é maravilhoso sempre !


 Este ano pensei em tentar olhar os dias com calma, sem aquele posicionamento de que estão voando ou aquelas frases do tipo : - Nossa, já estamos em fevereiro, março, abril etc! -, porquanto acredito na força de modularmos nossos pensamentos gerando campos vibratórios impregnados das energias que os formam. É uma maneira de educar a consciência, como a educação contra os vícios morais ou qualquer outra dificuldade.


 Recordo quando eu odiava o horário de verão! Vivia reclamando e os dias com o horário "novo" - como eu me referia - eram um martírio, ficava contando-os para que logo terminassem. 
 Até que comecei a despertar.


 Saindo do médico alergologista, onde fui consultar-me por conta de uma alergia severa que me acompanha há anos, pensava e remoía a frase que ele me disse:  "- Vai ter de aprender a conviver com a alergia, pois é muito difícil encontrarmos o que de fato pode causá-la. Precisa evitar alguns alimentos e assim quem sabe, descobrimos de onde vem, mas sinto muito, ainda assim pode ser que se manifeste sempre, uma vez que pode ser de ordem emocional."


 Lembro-me que no dia fiquei muito triste, afinal fui ao especialista resolver meu problema e de nada adiantou, não havia solução! 
 Foi aí que decidi olhar com carinho para minha alergia, o que ela causava dentro de mim, o que aquelas inflamações na minha pele queriam me dizer... Confesso que encontrei poucas respostas, mas pratiquei a aceitação, a aceitação que me conduziu à paciência cada vez que havia uma manifestação inflamatória que coçava, ardia, doía; precisava de paciência, tinha que viver aquilo e ia passar!
 Claro que sempre medicada para aliviar os sintomas, mas ainda assim é muito ruim, mas ruim não quer dizer que deva ser sofrimento, pode ser dor mas não sofrimento.


 E assim, pensando e despertando a consciência, fiz uso deste mecanismo para aceitar o horário de verão e enxergar nele o máximo que eu conseguiria de coisas boas. Comecei a verbalizar estas coisas boas sobre o horário como dias mais longos para brincar com os filhos, mais horas para passear ou simplesmente contemplar o Sol por um período maior!


 Parece uma coisa simplória e tola, mas não é. 
 Não existe uma maneira mágica de transformar os pensamentos e sentimentos, não acontece de uma hora para outra, começa com fatos corriqueiros do cotidiano, com pequenas mudanças até atingirmos grandes ações.
 É natural, tudo é assim.
 A árvore frondosa não cresce do dia para noite, antes de poder oferecer uma agradável sombra e frutos suculentos, ela foi uma simples e minúscula semente. A germinação é lenta, constante e progressiva assim como nós nas transformações morais, modulações de pensamentos e execução de ações benéficas.
 Viver cada dia com consciência de que é na simplicidade da rotina, no brilho do Sol e no sorriso bobo ao lembrar de um fato engraçado que encontra-se a felicidade, a importância real de estarmos aqui.


Não é preciso muito para sermos felizes. 
 Não é necessário iniciarmos nossa mudança interna com grandiosas atitudes.
 Não precisamos começar a fazer o bem em magnífica escala.


 Precisamos do amor para sermos felizes, precisamos aprender a nos entregarmos à vida, aceitando os acontecimentos bons ou ruins como forma de renovação.
 Iniciemos nossa resignação com a aceitação de pequenas coisas, um dia chuvoso em que preciso lavar roupas, um dia de sol escaldante em que tenho coisas a fazer e sem percebermos estaremos com a visão expandida, melhorada e repleta de flores, cores e brisas leves!
 Comecemos o bem dentro de nossas casas, tolerando o jeito difícil do marido ou da esposa, pacificando o ambiente de trabalho deixando de falar mal daquele colega difícil e logo estaremos ampliando ações benéficas por onde quer que estejamos.
 Viva! Mas viva por inteiro e com ações capazes de construir a paz verdadeira em seu espírito!        
Beijinhos de luz!

  
P.s.: "A alergia que tenho provavelmente é do amendoim. Tento evitar claro, o amendoim em si, mas a maioria de chocolates, pães de mel, panetones, bolachas e até algumas gelatinas contém traços de amendoim, então, algumas vezes depois que descobrimos, ainda tive e sei que terei manifestações alérgicas!"
  

13 comentários:

  1. Que bom te ver,Juni e que lindas fotos! Muito bom mesmo acompanhar os filhos e tentar nos adaptar às mudanças, sejam dos dias, dos climas e de nós mesmas... beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. A profundidade serena de Juni.
    Te amo, amiga, vc sabe.
    Abraços e beijos para sua vida.

    ResponderExcluir
  3. A profundidade serena de Juni.
    Te amo, amiga, vc sabe.
    Abraços e beijos para sua vida.

    ResponderExcluir
  4. Olá! Que lindo texto querida. Realmente todos os momentos com nossos filhos são muito especiais. Os meus são adultos, mas minha paixão só aumenta e curto cada momento com eles.
    Desejo que você descubra meios para melhorar sua alergia já que a mesma é de difícil tratamento. Sei bem como é isso, pois aqui em casa somos todos alérgicos, cada um com sintomas e reações diferente do outro. Não é fácil, mas vamos levando.
    Lindas imagens você postou e concordo com suas palavras...tudo o que nos faz bem deve ser valorizado...a vida passa e devemos aproveitar cada momento. Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Oi Juni, estava lendo outro dia que amendoim é altamente alergênico, e fica difícil, já que muitos alimentos podem estar "contaminados".
    Acredito que controlar nosso humor, nossas energias, podem amenizar alguns sofrimentos.
    Ótimo texto, boa semana,beijos,Vi

    ResponderExcluir
  6. Que lindo Juliana a maneira que vc coloca as palavras, emocionante ♥️

    ResponderExcluir
  7. Eu sempre gostei do horário de verão mas não gosto do verão! Parece contraditório, né?! Mas é bem isso! Tenho pressão baixa e fico igual a uma ameba, me rastejando. Fico tremendamente irritada com qualquer coisa, com o calor excessivo! Detesto tomar banho e voltar a suar em seguida. O calor chama mosquito, moscas, cobras, a grama cresce rápido demais... mas... tenho trabalhado minha cabeça, exatamente como comentaste nesta postagem. Tenho que aprender a conviver e penso que vai passar, tento pensar menos nas coisas ruins e mais nas coisas boas que vem com o verão, como as frutas, a cervejinha gelada, a praia... daqui a pouco vem o outono que amo demais e pronto! Lá se foi mais um verão! é bem isso! Precisamos viver cada coisa no seu tempo, aproveitar o hoje e o agora, tentando buscar as coisas positivas e escantear a negatividade!
    Sinto muito pela tua alergia!
    Bjinho!

    ResponderExcluir
  8. Que lindo texto, Juni. Chamo isso de evolução. Sim, se mudarmos a lente, olhar por outro ângulo, aprender a aceitar, Já é meio caminho percorrido. Não sabia que há traços de amendoim em tantos alimentos. Pensei que isso só acontecia com o leite. Tenho uma sobrinha com todas as alergias possíveis e, segundo os médicos, boa parte é devido ao lado emocional, mas percebo que é uma menina tão feliz e resolvida. Não entendo isso.
    Já gostei mais do horário de verão, justamente pelos motivos que vc citou, principalmenteJunra estar mais com os filhos no lazer

    ResponderExcluir
  9. ...enviei comentário sem me despedir. Digito do "telemóvel", como dizem os portugueses. Difícil. Beijos de luz, querida.

    ResponderExcluir
  10. Boa noite, minha querida esposa agradeço a Deus a oportunidade de me relacionar com você nesta encarnação. E juntos nós eeforcesfo para transformar nossas mazelas de vidas passadas beijos

    ResponderExcluir
  11. Ju, que delícia de carga vibratória esse seu texto. Gratidão

    ResponderExcluir
  12. Parabéns Ju.... Li e me deu uma paz de espírito.... Precisamos sentar e tomar café. Te amo amiga. Parabéns.

    ResponderExcluir
  13. Juni belas palavras realmente temos que mudar evoluir amei o texto

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, isso me fará muito feliz!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Encomendas


http://www.flor-de-melissa-atelier.com/p/contato.html


Marcadores

Visualizações