4

Panacota com calda de maria pretinha


Essa frutinha me traz lembranças e memórias vivas da minha infância. Consigo lembrar de quando meu pai me apresentou a maria pretinha, o quanto era delicioso encontrá-la e poder comer, ficar com os dedos pretos e a língua manchada de tanta frutinha.


A maria pretinha - Solanum americanum - é uma planta medicinal muito utilizada em países como Camarões, Quênia, Panamá, Tanzânia e até Estados Unidos.
É amplamente conhecida pelas suas propriedades antiespasmódica, sedativa, expectorante, diurética, depurativa, cicatrizante entre muitas outras. É uma plantinha bem versátil!
O seu efeito depurativo age desintoxicando o organismo, eliminando toxinas encontradas e acumuladas no corpo. Maravilhoso, não é mesmo?
Para fazer uso da maria pretinha é necessário colocar 1 xícara de água e deixar ferver, desligue e adicione 1 colher de chá cheia das folhas da maria-pretinha, tampe e deixe descansar por dez minutos. Coe e tome.
Para os pequenos de até 10 anos, a quantidade deve ser 1/2 colher de café rasa da erva triturada em 50 ml de água fervente.
O chá não deve ser consumido por gestantes e mulheres que estão amamentando.
A planta fresca e as sementes verdes não devem ser consumidas, são tóxicos podendo provocar irritação gástrica, vômitos, dor de cabeça e dilatação da pupila.
Além desta extensa utilização da maria pretinha na medicina popular, suas frutinhas podem ser utilizadas em geleias, mousses, sorvetes, recheio de bolos, cobertura de tortas! Suas folhas podem ser cozidas e acompanhar receitas com ovos! 


Acredito que quando meu pai me apresentou a fruta da maria pretinha não tinha muita noção do quão versátil era aquela plantinha singela, invasiva e muitas vezes tratada como erva daninha.
Eu apresentei a maria-pretinha para os meus meninos mas eles não gostaram, em compensação quando tive a ideia de fazer essa panacota com a calda destas pérolas azuis, aí sim eles amaram!
No sítio tem muita maria-pretinha, mas muita mesmo! Elas nascem no meio das ruas de café, eu corro colher antes de roçar as ruas. Aliás, os meninos não gostam da fruta mas me ajudam a colher. É uma memória, com toda certeza vão se lembrar para sempre assim como eu lembro do meu pai.
Vou deixar a receita aqui, caso um dia encontre maria pretinha... Mas se não encontrar, pode fazer a panacota e utilizar qualquer calda para acompanhar, pode ser de morango, cerejas, framboesas e até laranja!

Panacota com calda de maria pretinha

 Ingredientes para panacota


  • 2 xícaras de chá de creme de leite fresco;
  • 1/2 xícara de leite;
  • 1 colhe sopa de gelatina em pó sem sabor;
  •  2 colheres de sopa de água;
  • 1 fava de baunilha ou 1/2 colher de chá de extrato de baunilha;
  • 5 colheres de sopa rasas de açúcar;
  • óleo para untar as formas.

Ingredientes para a calda

  • 1/4 xícara de chá de maria pretinha;
  • 1/3 xícara de chá de açúcar refinado;
  • 1 colher chá de água.
 
Modo de fazer a panacota

Hidrate a gelatina na água por 3 minutos. Enquanto isso, unte as forminhas com óleo.
Abra a fava de baunilha e raspe-a com a ponta da faca. Em uma panela coloque o creme de leite, o leite, o açúcar e as sementes de baunilha. Leve ao fogo baixo e cozinhe sem deixar ferver, apenas até o açúcar diluir completamente.
Leve a gelatina ao micro-ondas por 12 segundos para obter uma mistura líquida. Junte a gelatina líquida à mistura de creme de leite.
Encha as formas e leve para geladeira por, no mínimo, 6 horas ou durante uma noite.

 Modo de fazer a calda

Coloque o açúcar, a calda e as maria pretinhas em uma panela, misture bem amassando um pouco as frutinhas. Leve ao fogo baixo, sem mexer para não açucarar, até virar uma calda em ponto de fio fino. Depois de pronta, deixe esfriar e passe pela peneira para retirar as sementes e a fina casca das frutinhas.
Reserve na geladeira.

 Como servir

Com dez minutos antes de servir, passe uma faca redonda em torno da forma e vire a panacota no prato de servir. Se não desenformar, coloque a forma dentro de um recipiente com água fervente e tente outra vez.
Jogue a calda por cima e buon appetito!
A panacota também pode ser servida sem desenformar quando colocada em taças de sobremesa. Neste caso cubra com a calda fria depois do tempo de geladeira da panacota.



Se você me perguntar que sabor tem, não vou conseguir explicar. Não é uma fruta insossa, posso te garantir que a calda não fica gostosa só porque vai açúcar e então fica doce. A maria pretinha deixa um gosto delicioso, marcante e ao mesmo tempo suave. Só provando pra entender!




Quem precisa de mirtilo quando se tem maria pretinha no quintal?
Esse azul arroxeado é a prova de que Deus sempre capricha em tudo, inclusive nos pequenos e muitas vezes desapercebidos detalhes...



Espero que conheça a maria pretinha e que se não conhecer tenha a oportunidade de um dia provar. Caso tenha acesso a lugares com matas, embora a maria pretinha nasça facilmente nas calçadas de algumas cidades e queira ter a certeza de que realmente é a Solanum americanum vou deixar o link aqui, é só clicar.




"As memórias não são apenas sobre o passado, elas determinam o nosso futuro." - O doador de memórias




E você, conhece a maria pretinha? Gosta?
Se algum dia encontrar, espero que se lembre dessa receita e faça e que isso seja pra você uma memória tão perfumada e doce como é pra mim e agora para os meus filhos.
Beijinhos de luz!


4 comentários:

  1. Que maravilha! Juliana humm parece delicioso! Quero fazer, valeu a dica, mil beijinhos.

    ResponderExcluir
  2. Nem olhei a receita, vidrada nas imagens. Quero ir aí comer 🥰

    ResponderExcluir
  3. Ju,adoro suas lembranças......lindo....delicias...

    ResponderExcluir
  4. Nossa, Ju, jamais imaginei que a Maria-pretinha tinha tanta utilidade. Comi muito na minha infância, mas nunca mais ouvi falar dela! Saudades... Bjs

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, isso me fará muito feliz!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Encomendas


http://www.flor-de-melissa-atelier.com/p/contato.html


Arquivos

Marcadores

Visualizações