12

E Viva São João !!!!!!



Os primeiros relatos que se têm das festividades juninas são do século XII de uma região da França onde eram feitas comemorações e celebrações durante o solstício de verão, marcando o dia mais longo e a noite mais curta do ano, o que ocorre entre os dias 21 e 23 de junho no Hemisfério Norte. Era tida como uma festa pagã.
 Os povos como celtas e egípcios aproveitavam a ocasião para fazerem rituais em que pediam por fartura em suas colheitas. Como a igreja não conseguia combater tais rituais e celebrações pagãs referentes à fertilidade e que ocorreram até o século X, decidiram chamá-las de Joaninas em homenagem à São João, tornando-se assim uma festa cristã e que celebra os dias de Santo Antônio - 13 de junho, São João - 24 de junho e São Pedro - 29 de junho.


 As festividades juninas foram introduzidas no Brasil com a colonização portuguesa, trazendo muitas celebrações e culturas típicas europeias.
 Porém, interessante é sabermos que os índios que habitavam o Brasil antes da chegada dos portugueses também faziam importantes rituais no mês de junho. Apesar de ser uma época marcada pelo início do inverno, eles tinham várias comemorações com cantos, danças e muita comida em agradecimento à fartura proveniente da terra fértil!
 Os jesuítas portugueses conseguiram facilmente fundir os costumes europeus com as tradições indígenas que encontraram por aqui, por isso essas festas celebram os santos católicos com uma variedade de pratos típicos da cultura nativa do Brasil.
 O fato de termos nestas festividades a presença de itens e trajes caipiras retrata a organização da sociedade brasileira até meados do século XX, quando 70% da população vivia nos campos.


 Gradativamente as festas juninas ou joaninas, como podem ser chamadas também, foram sendo divulgadas por todo o Brasil ganhando mais força no Nordeste, onde as comemorações duram o mês todo com muita dança de quadrilha, comidas típicas e muita alegria. Em Caruaru e Campina Grande a festa junina recebe o nome de Festa de São João.


 Muitas tradições culturais dos países europeus foram introduzidos nas festas juninas, como a Quadrilha, dança típica francesa nas contradanças de salão do século XVII. Em pares, os dançarinos faziam uma sequência ensaiada de movimentos alegres e festeiros. O estilo chegou ao Brasil por volta do século XIX, trazido pelos nobres portugueses.


 A fogueira já estava presente nas festas juninas realizadas por povos pagãos, mas também há uma explicação cristã por sua presença nos festejos. Santa Isabel, mãe de São João Batista, disse à Virgem Maria, mãe de Jesus, que quando São João nascesse acenderia uma fogueira para que ela pudesse ser avisada e ao ver as chamas de longe pudesse visitar a criança.
 Já as músicas têm variações de acordo com cada região. No Nordeste temos as músicas de Luiz Gonzaga, no Sudeste João de Barro e Adalberto Ribeiro, compositor de Capelinha de Melão.


 Novenas, rezas e terços são misturados com a cultura popular brasileira entre simpatias e superstições. Acredita-se que os balões levam pedidos para São João, mas o mais requisitado é Santo Antônio, por ser conhecido como Santo Casamenteiro. Soltar balões é crime ambiental contra a flora - Lei nº 9605 de 13 de fevereiro de 1998/ Lei de Crimes Ambientais - artigos 38 a 53: provocar incêndio em mata ou floresta ou fabricar, vender, transportar ou soltar balões que possam provocá-lo em qualquer área externa.



 As comidas típicas das festas juninas são, em sua maioria, à base de grãos e raízes que os índios cultivavam como o milho, amendoim, batata doce e mandioca. Os portugueses requintaram o cardápio com bolos feitos com os ingredientes aqui encontrados, quentão, pé-de-moleque e pipoca.



 .Bolo de Milho Verde



 Ingredientes

  • 3 ovos;
  • 1 pacote de queijo ralado - opcional;
  • 6 a 8 espigas de milho cortadas;
  • 1 e 1/2 xícaras de chá de açúcar;
  • 1 e 1/2 xícaras de chá de fubá;
  • 300 ml de leite;
  • 200 ml de óleo;
  • 1 colher de sopa de fermento em pó.

 Modo de fazer

 Bata tudo no liquidificador até ficar homogêneo. Asse em forno pré aquecido por 40 minutos a 200 graus ou até dourar.
 





Boas festas juninas! E viva São João!!!!!





12 comentários:

  1. Que fotos lindas e receita mais apetitosa! VIVA São João!! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Juni,
    Adorei o post, as fotos do caipira fofo, a receita e a história da festa junina. Aqui é bem sem graça, falta a dança e as comidas...rsrs...Só tem a fogueira no dia de "San Juan".Dia 23 as 9 da noite começam os foguetes e as fogueiras, até a manhã de 24. O motivo é a chegada do verão mesmo, com noites curtas vai todo mundo prá praia como no nosso reveillon.Te deixo um vídeo de como foi a noite de ontem na minha cidade. https://www.youtube.com/watch?v=tNT11eWrxd0
    E eu tentei dormir, por que hoje era dia preto na minha folhinha..kkk
    Besitos

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Relato gostoso, fotos lindas e o bolo de milho simplesmente irresistível, adoro!
    Já estou seguindo o seu blog!

    Bjs ♥

    ResponderExcluir
  4. Oi Juni!
    Amo passar por aqui e pegar essas informações que vc nos passa tão carinhosamente. Quanto ao bolo, hummm, "AGUEI" kkkk
    Bjsssss amiga

    ResponderExcluir
  5. Oi Juni, boa tarde!
    Que postagem linda e gostosa...dá vontade de ficar por aqui, pedindo um pedaço deste bolo! uma tarde linda para ti! bjs

    ResponderExcluir
  6. Viva, Juni! What a party!!! And the cake looks delicious!
    Happy days
    Elisabeth

    ResponderExcluir
  7. Eeeeeeê muito bom festa junina, amo milho, vinho quente, quentão,pinhão, bja amiga! Quero boloooooooooo.

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Juni,

    Agora sim, coloquei seu Blog na minha lista de favoritos!
    Você não escapará mais de mim! KKK
    Menina, amo posts como os seus, viu? Possuem consistência, sabor e qualidade.
    Amo essas festas também! São simples, coloridas e animadas! Mas nunca guardo os dias, acredita?
    Sempre trazem boas lembranças de minah infância.
    Tenho até uma fotinha antiga de minah pessoa, vestida de capira, preciso achar e postar.
    E esse bolo? Já anotei tudinho, cumadi!
    Obrigada por compartilhar! Amo vir aqui!

    Bjksss

    ResponderExcluir
  10. Oi Juni
    muito válidas todas essas informações sobre origem das festas juninas!
    e que bolo delicioso! preciso fazer um bolo desses!
    é seu filho nas fotos ne
    muito lindo!

    beijos te desejo linda semana

    ResponderExcluir
  11. Olá Juni, Aqui em Portugal o São João é celebrado, mas no norte do país. Em Lisboa, onde moro, festejamos o Santo António, em Junho. São sempre festas muito animadas, mas as nossas iguarias ficam-se pelas sardinhas na brasa. Nada desse bolo de milho que , aliás, está com um aspeto de dar água na boca. Bjs e boa semana!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, isso me fará muito feliz!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Encomendas


http://www.flor-de-melissa-atelier.com/p/contato.html


Marcadores

Visualizações