1

Um amor milenar


 A fascinante influência que o cavalo exerce na mente humana marca contribuições históricas na vida e evolução do mundo como principal recurso em batalhas, como meio de transporte e no trabalho no campo.
 No mundo moderno, em pleno século XXI, qual a finalidade em investir tempo, dinheiro e energia para manter um cavalo e montar? Há séculos encontramos respostas para essa dependência e relação entre homem - cavalo, pois a necessidade humana de zelar e permanecer com o animal era de extrema importância e do cavalo o homem dependia para que sustentasse seu trabalho, suas conquistas e sua segurança. Mas hoje, com tanta tecnologia e facilidades nas áreas de transporte, trabalho e lazer, o que poderia explicar essa forte e duradoura relação entre homem e cavalo?
 A psicologia pode auxiliar para que possamos encontrar a resposta deste questionamento, pois é uma ciência que busca compreender o comportamento humano e os processos psíquicos, interpretando imagens e símbolos mentais, pensamentos, fantasias, dramatizações, sentimentos e atitudes.
 Na presença do cavalo é possível observar manifestações ligadas às questões psicológicas da personalidade da pessoa com relação à motivação, aprendizagem, funcionamento do sistema nervoso, agressividade, maneira de se relacionar e de se comportar perante as frustrações e traumas.  


 O cavalo é uma importante ferramenta na vida humana, proporcionando estímulos diversificados e sem sombra de dúvidas de extrema relevância na vida de muitas pessoas. Historicamente o interesse do homem pelo cavalo tem início na época das cavernas, onde o cavalo era caçado pelo homem que buscava alimento e vestimentas.
 Qual a necessidade atual em manter um cavalo para montaria? A teoria da hierarquia das necessidade de Maslow, talvez, possa explicar o vínculo perpetuado e quase infinito de dependência entre o homem e o cavalo nestes cinquenta mil anos de história.


 Na relação com o homem, o cavalo supre até hoje todas as necessidades descritas por Maslow; na base da pirâmide está a necessidade fisiológica e, infeliz e lamentavelmente, ainda existem lugares no mundo onde o homem consome a carne do cavalo; na próxima necessidade encontramos a segurança, e neste caso o cavalo ainda é utilizado em centenas de países como serviços de Guarda Montada. Mais acima Maslow coloca na pirâmide de necessidades humanas o amor e o relacionamento, envolvendo família e amizade, aqui podemos compreender como maneira de ser perante o outro e nisto o cavalo é uma excelente ferramenta de socialização e despertar humano. No topo da pirâmide temos estima e realização pessoal, suscetivamente. O que falar de auto - estima e realização quando estamos lidando com a montaria?    


 É exatamente no topo da pirâmide das necessidades de Maslow onde me encontro com relação aos cavalos e é aqui que eu começo a contar uma história muito particular e que guardo por anos dentro do meu coração, sendo uma surpresa há pouco tempo descoberta pelo meu marido e que agora, compartilho com todos que por aqui passam...


 Porém, para não ficar uma leitura extremamente extensa e cansativa, irei parar por aqui e no próximo post contarei sobre isso...







 Beijinhos doces...

Um comentário:

  1. Olá querida,eu amo cavalos!
    Fiz equitação e amava,parei por conta do acidente!
    Desde menina eu montava no cavalo na fazenda de papai!
    Lindas imagens,beijinhos

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, isso me fará muito feliz!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Encomendas


http://www.flor-de-melissa-atelier.com/p/contato.html


Marcadores

Visualizações